Luciano Araújo lança candidatura a deputado federal em Valente, sua cidade natal

lançamento-campanha-de-luciano.4

Luciano disse que está muito confiante na sua eleição, já que o Solidariedade está presente em 320 municípios da Bahia | Foto: Raimundo Mascarenhas

O município de Valente já foi representado na Câmara Federal em Brasília por Aroldo Cedraz e Luciano chega para de forma renovada ocupar uma cadeira e representar o municipio e vários outros do estado da Bahia.

Um grande ato político marcou a tarde e inicio de noite deste sábado, 25, na cidade de Valente, no Espaço Valente Hall às margens da BA 120, saída para Retirolândia onde reuniu lideranças de várias cidades da Bahia. O evento teve como objetivo o lançamento da candidatura de Luciano Araújo, presidente estadual e tesoureiro nacional do Solidariedade que vai em busca de uma cadeira na Câmara Federal.

Luciano que é natural de Valente, esteve visivelmente satisfeito pela presença de público e de lideranças de forte influencia política local, a exemplo do ex-vice prefeito Eduardo Cedraz, atual vice-prefeito Regi Mota, vereadores de oposição do governo municipal de Valente, ex-vereadores e três ex-prefeitos: Nenenzinho, Gelson Carneiro e Ismael Ferreira, além de outras lideranças.

Lideranças de Queimadas, Jacobina, Caldeirão Grande, Capim Grosso, Nova Fátima, Gavião, Riachão do Jacuípe, Coité, Serrinha, Retirolândia, São Domingos, Serrinha, Juazeiro, também foram reafirmar o apoio a Luciano, entre eles três candidatos a deputado estadual; Joseph Bandeira representante de Juazeiro, Adriano da Chapada (Serrinha) e Araújo (Coité).

A grande maioria dos oradores falou da importância de eleger Luciano deputado federal, para preencher a lacuna deixada pelo também valentense Aroldo Cedraz que representou Valente e toda região do sisal e Bacia do Jacuípe por muitos anos, sendo que naquele palanque a grande maioria votou em Aroldo, hoje ministro do Tribunal de Contas da União. Foi lembrado também que Luciano cumpriu importante papel de chefe de gabinete de Aroldo Cedraz e isto o deixou muito preparado para atuar como parlamentar e que chega com a “força do novo”, que vai para disputa pela primeira vez, sendo ficha limpa.

Eduardo Cedraz, disse que antes de se dirigir para o ato de lançamento da campanha de Luciano Araújo ligou para seu irmão Aroldo e perguntou: “E ai ministro, você tem algum recado para seu irmão de Valente? Aroldo pegou o telefone e não saiu mais palavra nenhuma, fiquei imaginando que ele começou a chorar, porque eu sei do carinho que ele tem com Valente e a vontade dele era estar aqui, Então, eu quero pedi o voto de Luciano, porque quem estiver votando vai estar fazendo a vontade dele (Aroldo)”, falou Eduardo.

O atual vice-prefeito Regi Mota disse que este momento não deve haver embate em relação as eleições futuras no município e sim todos devem se unirem em torno do nome de Luciano para que se eleito e Valente volte a ter um representante na Câmara Federal. Ao que Regi se referiu foi visto na pratica no mesmo palanque os vereadores Zé de Zeli e Lomanto Queiroz que se confrontam pelo voto principalmente no Distrito de Valilândia, estão irmanados para pedir o voto para Luciano.

Regi justificou seu apoio a Luciano afirmando que mesmo sem ter mandato tem beneficiado Valente com algumas ações e citou a entrega de um trator para os agricultores do Município.

O deputado estadual e candidato a reeleição Alex da Piatã também marcou presença e disse que seu partido no município que tem como presidente Timóteo Almeida marcha junto com a candidatura de Luciano Araújo e ele tem certeza que contribuirá com sua vitória. Alex lembrou que faz dobradinha com Luciano em alguns municípios da Bahia exemplo de Nova Fátima que esteve representada pelo vice-prefeito Assis Porto.

Luciano Araújo ao discursar disse estava vivendo um momento de muita emoção, porque reuniu, além de lideranças, grandes amigos da política de muitos anos (citou os nomes dos que estavam no palanque). Ele falou que o Solidariedade hoje é respeitado por estar em 320 municípios baianos, sendo que, quando assumiu estava em apenas 40, sendo a Bahia o estado que o Solidariedade mais cresceu. “Foi a partir do crescimento que meu nome surgiu como candidato, foi a partir daí que a direção nacional acreditou no nosso trabalho e vamos tornar em breve o maior partido do estado da Bahia”, disse.

Araújo afirmou ainda que está numa coligação muito favorável que vai eleger três deputados federais e tem apenas quatro disputando.”Eu tenho chances reais, preciso de vocês, temos vinte e nove candidatos a deputado estadual e vinte e oito estão apoiando minha candidatura”, falou de forma vibrante Luciano.